CBN Tocantins
EPIDEMIA | 19 de Outubro de 2018
Alto número de casos de Sífilis preocupa autoridades de saúde
Foto: Reprodução / JTO
Foto

O Tocantins registrou mais de 2.200 casos de Infecções Sexualmente Transmissíveis somente em 2018. O quantitativo de foi fornecido pela Gerência Estadual de DST/Aids e Hepatites Virais e corresponde a diagnósticos confirmados até a primeira quinzena deste mês. Os dados mais preocupantes são da contaminação por Sífilis. Neste ano já foram detectados 1.806 casos entre pessoas que adquiriram a doença, gestantes e sífilis congênita, quando o vírus passa da mãe para o filho. O maior número é referente a sífilis adquirida. Já são 964 casos identificados até outubro.

A epidemia de Sífilis no Tocantins pôde ser percebida nos dois últimos anos. Segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde no mesmo período do ano passado o número de casos notificados na doença no Estado era cerca de 1.500. 300 a menos que neste ano. Mas os dados são muito mais preocupantes quando os números de 2018 são comparados com o quantitativo divulgado no boletim epidemiológico mais recente do Ministério da Saúde. De acordo com o relatório em 2016 foram pouco mais de 1.100 casos de Sífilis confirmados. Por ser uma infecção sexualmente transmissível, o principal meio de prevenção é a utilização de preservativo.

Ainda de acordo com dados da Secretaria de Estado da Saúde, em 2018 já foram notificados 296 casos de HIV, 51 de Aids e 110 de hepatites virais em todo o Estado.

Por: Ananda Portilho

Leia também

Publicidade
Enquete

Em que área você gostaria de mais atenção dos gestores públicos?

  • Saúde
  • Segurança
  • Cultura e Educação
  • Infraestrutura e estradas
  • Economia e empregos