Cerca de 70 cidades do Estado atendidas pela Agência Tocantinense de Saneamento estão há uma semana sem central de atendimento e medição. O motivo seria uma divida que o Estado tem com a empresa responsável por este serviço, que já passa de R$ 2 milhões. Por meio de nota, o Estado garantiu que sobre a paralisação dos serviços prestados pela empresa Tapajós Ambiental L...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários

Publicidade
Enquete

O que você acha do Escola sem Partido?

  • Sou a favor
  • Sou contra
  • Não conheço o projeto, mas gostaria de saber mais sobre