Doze reeducandos do Tocantins da Cadeia Pública de Arraias conseguiram vagas na UFT, Universidade Federal do Tocantins, para os cursos de Turismo Patrimonial e Socioambiental, Matemática e também Pedagogia, no campus da cidade. Este ano, 478 pessoas privadas de liberdade do sistema prisional fizeram as provas do Enem PPL e 269 tiveram pontuações aptas para efetuar inscrição no Sisu, Sistema de Seleção Unificada.