A Justiça decretou a prisão preventiva do vice-prefeito da cidade, Leto Moura Leitão Filho (PR), e de outros dois suspeitos de envolvimento com o atentado contra o prefeito Elson Lino Aguiar (MDB). Os três já estavam detidos, desde a última quinta-feira. A prisão preventiva foi decretada pela juíza Aline Marinho Bailão Iglesias, da 1ª Escrivania Criminal de Novo Acordo, a pedido do promotor Leonardo Va...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários

Publicidade
Enquete

O que você acha da prefeitura decretar lockdown em Palmas?

  • Sou a favor
  • Sou contra
  • Não tenho uma opinião formada