Deu água no concurso público para procurador do Estado. O Ministério Público pediu na Justiça a suspensão do certame, alegando uma série de irregularidades encontradas no contrato celebrado entre o governo e a Fundação Carlos Chagas, responsável pela organização e aplicação das provas do concurso. A ação civil pública foi ajuizada pelo promotor de Justiça Adriano Neves, co...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários

Publicidade
Enquete

O que você acha do Escola sem Partido?

  • Sou a favor
  • Sou contra
  • Não conheço o projeto, mas gostaria de saber mais sobre