Uma operação integrada entre a PM, Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Metropolitana e Detran, Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins resultou na apreensão de 20 motocicletas por adulteração e outras 6 por motivos administrativos, além da emissão de 15 autos de infração de trânsito; um flagrante de tráfico de drogas e outro de direção sob efeito de bebida alcoólica e aplicação de multas. Denominada Fênix, a operação ocorreu entre os dias 24 e 26 de setembro mas o balanço dela só foi divulgado pela Polícia Militar na tarde desta última segunda-feira, dia 28. O objetivo principal era abordar motocicletas com placas adulteradas de motos de leilão, em sua maioria indicadas pelo serviço de inteligência do 1º Batalhão da Polícia Militar e do Detran. A operação ocorreu em diferentes pontos da cidade e contou com o empenho de 15 policiais militares, 26 agentes de outros órgãos e 19 viaturas. As ações de caráter preventivo e educativo tiveram o intuito de promover mais prudência no trânsito, a exemplo de uma motocicleta apreendida na ação, que transitava com quase R$ 88 mil em multa.