A Justiça deu um prazo de 30 dias para que a Prefeita de Xambioá no norte do Estado regularize a situação precária dos veículos que fazem o transporte escolar, sob pena de multa diária de mil reais em caso de descumprimento, limitada a R$ 50 mil reais. Segundo a denúncia, mais da metade da frota está sem funcionar e, por isso, não há ônibus suficiente para atender cerca...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários

Publicidade
Enquete

O que você acha do Escola sem Partido?

  • Sou a favor
  • Sou contra
  • Não conheço o projeto, mas gostaria de saber mais sobre