CBN Tocantins
SEM RESPOSTA | 10 de Outubro de 2018
15 dias depois, de latrocínio policia ainda não identifica criminosos
Foto: Reprodução / G1
Foto

Nesta quarta-feira,10, completam 15 dias da morte da empregada doméstica Leidiene Pacheco da Silva, de 33 anos. Ela foi assassinada no Jardim Aureny III, em Palmas e até o momento os suspeitos não foram localizados. A Secretaria de Estado da Segurança Pública informou a repórter France Santiago que as investigações estariam bem avançadas mas nada ainda que possa ser noticiado. De acordo com o irmão da vítima, Romilson Pacheco, que conversou com France Santiago, a família espera por respostas do crime.

Leia também

Publicidade
Enquete

Em que área você gostaria de mais atenção dos gestores públicos?

  • Saúde
  • Segurança
  • Cultura e Educação
  • Infraestrutura e estradas
  • Economia e empregos