CBN Tocantins
NA ILHA DO BANANAL | 17 de Setembro de 2021
Após fazer a esposa de refém, índigena é morto em operação da Polícia Civil e caso repercute

Um indígena da etnia Karajá foi morto nesta quinta-feira, 16, durante um confronto com a Polícia Civil. Na ação seriam cumpridos mandados de prisão por tráfico de drogas, homicídio, estupro, roubo e violência doméstica e receptação. De acordo com a corporação, o homem teria feito sua esposa de refém.  A repórter Heloísa Cipriano ouviu lideranças indígenas e a Funai sobre o caso e produziu uma reportagem. Confira!

Leia também

Publicidade