CBN Tocantins
SOLIDARIEDADE | 14 de Fevereiro de 2019
Começa mobilização para cadastros de doadores de medula óssea no Tocantins

Atualmente, no Brasil, segundo dados do Redome, Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea, que é um banco de dados financiado pelo Ministério da Saúde, cerca de 850 pessoas buscam por um doador de medula compatível.

O bebê Álvaro Alves de apenas 11 meses faz parte desta estatística. Ele foi diagnosticado com uma doença chamada granulomatosa crônica e precisa urgente de realizar este tipo de transplante. A mãe, Giovana Carvalho, natural de Cristalândia, cidade que fica a 148 km de Palmas, relata o que mudou em sua vida desde que teve o diagnóstico da doença.

De acordo com a enfermeira do Hemocentro do Hemocentro coordenador de Palmas, Samara Cardoso e que também é responsável pelo setor de captação do órgão, a meta anual de cadastro para doadores de medula óssea para o Tocantins, preconizada pelo Redome é de 4.847.

De acordo com a enfermeira, a maioria dos cadastros é feita pelos próprios doadores de sangue. Acompanhe mais sobre o assunto na reportagem de France Santiago.

Leia também

Publicidade
Enquete

O que você acha do Escola sem Partido?

  • Sou a favor
  • Sou contra
  • Não conheço o projeto, mas gostaria de saber mais sobre