CBN Tocantins
OPERAÇÃO WALKING DEAD | 15 de Fevereiro de 2019
Dois Contadores foram presos durante a operação Walking Dead da Polícia Civil em Araguaína
Foto: Divulgação / EBC
Foto

A investigação aponta que R$ 7,5 milhões de impostos podem ter sido sonegados. Uma das empresas investigadas teria sido criada em nome de Sandra Pereira da Silva, que morreu num povoado, no município de Xinguara (PA) no ano de 2010. Mas, a empresa foi constituída em 2014, quatro anos após a morte dela. Os investigados foram autuados por sonegação de impostos, falsidade ideológica, falsificação de documentos públicos e particulares, organização criminosa, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

 

Leia também

Publicidade
Enquete

O que você acha do Escola sem Partido?

  • Sou a favor
  • Sou contra
  • Não conheço o projeto, mas gostaria de saber mais sobre