CBN Tocantins
ICMS | 7 de Novembro de 2018
Empresários de Araguaína pedem o fim da cobrança de imposto para compra de mercadorias
Foto: Prefeitura de Araguaína / Reprodução JTO
Foto

A reivindicação da classe empresarial é a votação na Assembleia Legislativa da matéria que prevê a extinção da complementação de alíquota do Imposto sobre a Circulação de Bens, Mercadorias e Serviços (o ICMS). O imposto é cobrado das empresas do Simples Nacional que compram mercadorias fora do Tocantins. A taxa é a diferença entre o ICMS do Tocantins e do Estado de origem do produto e é cobrada na compra, ou seja, antes da empresa vender o produto. Manoel de Assis Silva, diretor da Associação Comercial e Industrial de Araguaína (ACIARA), explica que, pelo fato das empresas do Tocantins trazerem praticamente todas as mercadorias de fora, a complementação atrapalha a rentabilidade.

A ideia da ACIARA é levar a reivindicação até o governador Mauro Carlesse, pois de acordo com a presidente da Assembleia Legislativa, Deputada Luana Ribeiro, o projeto só vai parar a votação depois de ser enviado pelo Executivo.

Caso o fim taxa de diferença do ICMS seja aprovado até esse ano, a medida deve passar a valer a partir de 2018.

Leia também

Publicidade
Enquete

Em que área você gostaria de mais atenção dos gestores públicos?

  • Saúde
  • Segurança
  • Cultura e Educação
  • Infraestrutura e estradas
  • Economia e empregos