CBN Tocantins
DENÚNCIA | 13 de Junho de 2018
Para sindicato, militares estão agindo em trabalhos específicos da Polícia Civil

O presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do Tocantins concedeu uma entrevista à repórter Ananda Portilho onde faz graves denúncias contra a ação da Polícia Militar. Para o representante dos policiais civis, a PM estaria atuando em investigações e análises técnicas restritas à polícia científica. Tal medida estaria atrapalhando o trabalho dos peritos e comprometendo conclusões de inquéritos. Um caso recente que ganhou destaque foi o de Wilque Romano da Silva, onde a polícia chegou a concluir o inquérito e entregar ao Ministério Público, mas a investigação da morte do jovem em formoso do Araguaia depois de uma ação policial não foi aceita pelo promotor que está à frente do caso. O inquérito da Polícia Civil enviado em março para o MPE não indiciou nenhum dos PMs. Para o Sindepol não foi possível produzir provas concretas contra os suspeitos porque a cena foi alterada.

Leia também

Publicidade
Enquete

Em que área você gostaria de mais atenção dos gestores públicos?

  • Saúde
  • Segurança
  • Cultura e Educação
  • Infraestrutura e estradas
  • Economia e empregos