CBN Tocantins
DÉFICIT | 12 de Setembro de 2018
PRF trabalha com metade do efetivo ideal no Tocantins
Divulgação / PRF
Foto

O levantamento mais recente da Polícia Rodoviária Federa, feito em 2018, apontou que o déficit de efetivo da corporação chega a 50% no Tocantins. Para driblar o problema, a corporação se organiza para concentrar a atuação nas áreas com maiores índices de ocorrências. Apesar do baixo efetivo, em 2017, a PRF bateu recorde na apreensão de drogas no Estado. Foram mais de quatro toneladas de diversos tipos de entorpecentes retirados de circulação. No mesmo período 513 pessoas foram detidas. Este ano as infrações relacionadas a crimes ambientais têm se destacado. De acordo com o relatório da PRF, os casos de 2018 já superaram os registrados no ano passado. Foram 32 contra 42 neste ano. Os dados também são positivos quando observada a quantidade de ocorrências de acidentes nas rodovias federais que cortam o Tocantins. Enquanto a corporação fechou o ano de 2017 com uma média de 65 atendimentos desse tipo por mês, em 2018 a média caiu para 45 até este mês de setembro. A operação mais recente da PRF, intitulada Independência, foi concluída no último domingo (9) com dados positivos. De acordo com o balanço divulgado pela corporação, as ocorrências de acidentes caíram quase 50% em relação ao mesmo período do ano passado e não foi registrada nenhuma morte nas rodovias federais cobertas pela PRF. Para suprir o déficit da Polícia Rodoviária Federal em todo o país, o Ministério do Planejamento autorizou a realização de concurso público para o preenchimento de 500 vagas. A expectativa é que o edital saia ainda neste mês de setembro.

Por: Ananda Portilho 

Leia também

Publicidade
Enquete

Em que área você gostaria de mais atenção dos gestores públicos?

  • Saúde
  • Segurança
  • Cultura e Educação
  • Infraestrutura e estradas
  • Economia e empregos