CBN Tocantins
SANDOLÂNDIA | 19 de Fevereiro de 2019
Suspeito de participação em homicídio no Tocantins aguarda investigação em liberdade
Foto: Prefeitura de Sandolândia
Foto

A Polícia Civil do Tocantins está em negociação com a Polícia Civil de Goiás para apurar a participação de um segundo homem na morte do trabalhador rural José Carlos da Silva. O corpo dele foi encontrado no último sábado, preso a um trator, na zona rural do município de Sandolândia, no sul do Estado.

O segundo suspeito é conhecido como Araruta e se apresentou na última semana à Polícia Civil de Goiás, no município de Barro Alto. Ele está em liberdade porque contra ele ainda não há pedido de prisão. Ele buscou a delegacia acompanhado de um advogado.

O crime, segundo a Polícia Civil do Tocantins, aconteceu na segunda-feira, 12, em uma fazenda em Sandolândia. O principal suspeito do crime é gerente da propriedade onde trabalhava José Carlos. Segundo a corporação Lourivan Caitano matou a vítima a pauladas. Em depoimento à Polícia Civil ele alegou legítima defesa. O crime teria acontecido depois que a vítima e o principal suspeito começaram uma briga. Lourivan disse que para se defender matou José Carlos. No momento do crime estavam presentes o segundo envolvido, e outras duas testemunhas, sendo que uma delas denunciou à polícia o fato.

Exames periciais revelaram que antes de ser morto José Carlos foi torturado pelos homens. A Polícia Civil estuda um pedido de prisão preventiva contra o segundo suspeito para que ele seja ouvido sobre o crime.

Além do crime de homicídio a Polícia Civil também deve indiciar os suspeitos por ocultação de cadáver, já que o corpo ficou quase uma semana escondido dentro de um rio no município.

Nós tentamos contato com a Polícia Civil do Estado de Goiás para mais esclarecimentos sobre o primeiro depoimento do segundo envolvido, mas não conseguimos contato com a delegada que cuida do caso naquele Estado.

Leia também

Publicidade
Enquete

O que você acha do Escola sem Partido?

  • Sou a favor
  • Sou contra
  • Não conheço o projeto, mas gostaria de saber mais sobre