Mulheres privadas de liberdade da Unidade Prisional Feminina de Talismã estão cultivando milho numa atividade de ressocialização promovida pela Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça, a fim de  contribuir para o bom cumprimento da pena e reinserção social. O milho foi plantado em novembro pelas reeducandas, que também são responsáveis por realizar todo o trabalho, d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários

Publicidade
Enquete

O que você acha da prefeitura decretar lockdown em Palmas?

  • Sou a favor
  • Sou contra
  • Não tenho uma opinião formada