O Governo criou um protocolo de atendimento para garantir o medicamento de pacientes tocantinenses que possuem AME, Atrofia Muscular Espinhal TIPO 1 no Tocantins. De acordo com o Executivo, para isso, o hospital que vai receber o medicamento precisa ser cadastrado no Ministério da Saúde. Serão, portanto, disponibilizados de especialistas em dez áreas distintas...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários

Publicidade
Enquete

O que você acha do Escola sem Partido?

  • Sou a favor
  • Sou contra
  • Não conheço o projeto, mas gostaria de saber mais sobre