A volta do estacionamento rotativo de Palmas que estava prevista para esta quinta-feira foi suspensa pelo Tribunal de Contas do Estado . A decisão é do conselheiro Alberto Sevilha, que determinou multa de até R$ 1 milhão para empresa e R$ 100 mil para prefeitura em caso de descumprimento. A medida foi tomada após um pedido conjunto do Ministério Público de Contas e d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários

Publicidade
Enquete

O que você acha da prefeitura decretar lockdown em Palmas?

  • Sou a favor
  • Sou contra
  • Não tenho uma opinião formada