Um grupo de ação que é coordenado pelo Naturatins, Instituto Natureza do Tocantins irá discutir e realizar ações que buscam garantir a preservação de nove espécies da flora e fauna criticamente ameaçadas no cerrado tocantinense. O grupo também elaborou um plano de ações que apresenta uma abordagem territorial que permite focar em espécies de flora e fauna e unifica metodologias implementadas com sucesso pelo JBRJ, Jardim Botânico do Rio de Janeiro e ICMBio, e deverá contribuir para a proteção de espécies do cerrado tocantinense criticamente em perigo, buscando minimizar os impactos dos vetores de pressão sobre território, visando sua conservação e manejo com engajamento de atores locais. Participam do grupo pesquisadores da UFT, Universidade Federal do Tocantins, Universidade Estadual de Maringá, Ruraltins, Unitins, WWF-Brasil, além do Jardim Botânico do Rio de Janeiro e o ICMBio.